ACUPUNTURA E A ODONTOLOGIA

ACUPUNTURA E A ODONTOLOGIA

ACUPUNTURA E TRATAMENTOS ALTERNATIVOS

Consultórios odontológicos adotam terapias alternativas como acupuntura, homeopatia, hipnose e Florais de Bach para minimizar a dor e o estresse dos pacientes O nervosismo e a ansiedade que aparecem ao se deitar na cadeira do dentista é coisa do passado. Graças ao estudo de terapias alternativas como a acupuntura, a homeopatia, a hipnose e os Florais de Bach, entre outras, os pacientes em Brasília podem agora relaxar no gabinete dentário.

Os tratamentos fast food – rápidos, invasivos, geradores de tensão, além de doenças – estão sendo trocados pelos “naturebas” – que enxergam o paciente como um todo físico e emocional. O Conselho Regional de Odontologia (CRO), por meio da Comissão de Terapêuticas Integrativas e Complementares, apóia estas iniciativas, afirma seu presidente, o odontólogo Nilo Celso Pires.

Desejo

O estudo de técnicas menos invasivas, mais naturais e menos agressivas é um desejo da população, assinala. “Há uma demanda da sociedade por este tipo de atendimento dentário. Pesquisa realizada pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) neste ano aponta que 70% da categoria no País tem interesse na normatização do assunto. Não é para menos, posso assegurar, por experiência própria, que estes tratamentos são efetivos”, acentua Nilo. O processo de regulamentação para adequar estas práticas ao cotidiano dos dentistas está em curso, assinala o presidente da Comissão de Terapêuticas Integrativas e Complementares do CRO, Saulo França Teles. Especialista no assunto, Teles acredita que até o final do ano a normatização esteja aprovada pelo CFO.

Segundo Teles, a utilização destas práticas é uma tendência mundial. “A relação dentista-paciente nas terapêuticas alternativas fica mais humanizada. O tratamento tradicional, mecânico e rápido, é igual à comida fast food – resolve na hora, mas traz conseqüências negativas à longo prazo”, ressalta.

Solução

A diferença da resposta do paciente no tratamento tradicional e no alternativo é clara, assegura Teles. “Visto como uma pessoa completa, analisado seu organismo e suas emoções, o paciente se sente acolhido e se conscientiza da sua participação na solução de seus problemas de saúde”, afirma. “Um problema de Disfunção da Articulação Temporo-Mandibular ou de bruxismo (ranger de dentes) pode ser consequência de ansiedade ou de nervosismo, sintomas que podem ser combatidos com a acupuntura, hipnose, homeopatia ou florais”, acentua. As dores de cabeça tensionais são comuns nos portadores de bruxismo. Outro problema é dor da articulação da mandíbula. Esta também pode sofrer estalos, travamento, restringir a abertura da boca e desviar para o lado ao abrir e fechar.

Tipos de tratamentos

Acupuntura

Ciência milenar chinesa aceita nos tratamentos médicos, consiste na inserção de agulhas finas em determinados pontos do corpo humano para estimulá-los. É utilizada com sucesso em doenças dos sistemas músculo-esquelético, respiratório, neurológico, digestório. Auxilia, também, no tratamento da depressão e ansiedade.

Bio Cibernética Bucal (BCB)

Os tratamentos tradicionais de restaurações geram freqüentemente disfunções e doenças de postura na boca do paciente. Para evitar estas situações a BCB redimensiona os espaços fisiológicos perdidos antes de proceder ao trabalho de recuperação.

Terapêutica Gnatoneural

Atua na dor decorrente de disfunções mandibulares, ajustando a mordida por meio de desgastes ou acréscimos. Este tratamente alivia os sintomas da Disfunção da Articulação Têmporo-Mandibular (DTM), dores na face, dores de cabeça, bruxismo (hábito de apertar e ranger os dentes), fibromialgia (dor generalizada no sistema muscular) e outras lesões neuromusculares.

Homeopatia

O cirurugião-dentista homeopata avalia a saúde bucal, os sintomas e os aspectos emocionais do paciente. Atua nas afecções orais, no pré e pós-operatório contra a ansiedade e o medo. Torna o tratamento mais humanizado e sem efeitos colaterais.

Antroposofia

Abordagem interdisciplinar, analítica e sistêmica dos pacientes, que cobre toda a vida humana, daí suas aplicações em praticamente todas as áreas da vida. Fundada pelo filósofo Rudolf Steiner no início do Século XX. Trabalha com técnicas e recursos de baixa complexidade tecnológica e estimula as forças curativas do próprio organismo.

Florais

Os Florais de Bach levam este nome em homenagem ao médico inglês Edward Bach, seu descobridor. Consistem em 38 medicamentos naturais preventivos de doenças. Eles buscam o equilíbrio bio-psico- emocional e podem ser utilizados em pessoas em coma, portadores de necessidade especiais e até em animais. São utilizados no combate ao herpes labial, bruxismo, halitose, dor, sangramento, irritabilidade, entre outras patologias.

Reiki

Terapia de origem japonesa baseada na manipulação da energia vital por meio da imposição de mãos tem o objetivo de restabelecer o equilíbrio do organismo, prevenindo doenças. Ajuda no relaxamento da tensão muscular, no restabelecimento do sistema imunológico, na desintoxicação orgânica, na recuperação de cirurgias e fraturas, e, ainda, na depressão, ansiedade, síndromes do medo e do pânico, falta de ânimo e outras doenças.

Galeria

FONTE: www.odontologia.com.br